Izabel Eri Diehl de Camargo, Caminhos da Vida

"São os passos que fazem o caminho". Mario Quintana

Meu Diário
18/12/2013 00h30
Natal de paz

 

Que a festa seja de amor

Que o dia seja de PAZ

Que o coração enxergue

o grande presente

na voz do aniversariente

É Jesus o convidado

para a vida alegrar

cada renascimento

na harmonia do lar

Que a alma da humanidade

viva a solidariedade

na consciência de toda idade 

Oração, reflexão

nesta festa mundial

Nossas maiores homenagens

ao convidado especial...

 

 


Publicado por Izabel Camargo em 18/12/2013 às 00h30
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
26/10/2013 15h39
A fala

 

Quero escrever poesia

para falar da vida

da alma da paz do amor

da flor do abraço

 

Pensei chorei

vida dilacerada

alma acabrunhada

paz ameaçada

 

Vejo a flor na guerra na paz

na vida na morte

 

Olho para os céus  falo com Deus

agradeço a vida abraço a sorte.

 

 


Publicado por Izabel Camargo em 26/10/2013 às 15h39
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
06/10/2013 19h27
Alfabetização da vida

                    

Leitura oculta 

abre a porta do horizonte :

Leio ternura nos olhos

de quem encanta meu coração

Leio doçura na voz

de  quem canta ao violão

Leio beleza na alma

de quem comigo se encontra

Leio perfume nas rosas

que se abrem ao alvorecer

Leio ritmo na música

que faz meu corpo renascer

Leio carência no idoso

que expressa o bem querer

Leio brilho nas estrelas

que iluminam meu viver

Leio inocência na criança

que dá lições de saber

Leio eflúvios do amor

que transformam sucata em flor

Faço a leitura do mundo

com um jeito sonhador...

 

In: “Poética do Coração” – Camargo, Izabel Eri.2005

 

 

 

 

 

 

 


Publicado por Izabel Camargo em 06/10/2013 às 19h27
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
08/09/2013 21h11
Criança dos olhos

Vejo a criança pedindo pão

olho nos olhos dou-lhe a mão.

Surge a esperança em outro verão.

Vem a tempestade na sociedade.

Bate dúvida, decepção!

A vida clama por evolução.

Enxergo inocente

dormindo na calçada,

minha alma chora arrepiada.

Onde está o amor?

E a compaixão programada?

Futuro certo do dia incerto.

Sentimento de fé

perpassa a oração,

na palavra do coração...

 


Publicado por Izabel Camargo em 08/09/2013 às 21h11
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
22/08/2013 22h47
Chuva

a chuva surpreende-me

na porta da farmácia

vi um sorriso simpático

 

o guarda-chuva

ofereceu-me seu braço

protegeu-me até à casa

 

o calor humano sorriu

 

os pingos d’água despediram-se.

 


Publicado por Izabel Camargo em 22/08/2013 às 22h47
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Página 3 de 8 1 2 3 4 5 6 7 8 [«anterior] [próxima»]

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras